EVANGELIZE JÁ Logo

Pregação para Culto de Missões e Evangelismo – Caminhando com Deus

Pregação para Culto de Missões e Evangelismo Caminhando com Deus Uma Jornada de Missões e Evangelismo mateus 18-1620 THUMB (1)
Seta

Desenvolvemos um novo esboço de Pregação para Culto de Missões e Evangelismo para você utilizar seja em um acampamento, seja na sua igreja ou seja em um evento evengalistico. Veja aqui -> mais Pregações Prontas -【 Melhores Sermões 2024 】em nosso site.

Pregação para Culto de Missões e Evangelismo Caminhando com Deus Uma Jornada de Missões e Evangelismo mateus 18-1620 (1)

Esboço de Pregação para Culto de Missões e Evangelismo

Título da Pregação

“Caminhando com Deus: Uma Jornada de Missões e Evangelismo”

Público Alvo

Este esboço de Pregação para Culto de Missões e Evangelismo é voltado para toda a Congregação da Igreja a fim de fortalecer seu engajamento com missões e evangelismo

Introdução da Pregação para Culto de Missões e Evangelismo

Queridos irmãos e irmãs, é com grande alegria que nos reunimos hoje neste Culto de Missões e Evangelismo. Este é um momento especial em nossa jornada de fé, onde nos voltamos para a missão central que Jesus nos confiou: fazer discípulos de todas as nações.

Como discípulos de Cristo, somos chamados a ser luz e sal neste mundo, levando a esperança e o amor de Deus a todos os cantos da Terra. E é exatamente sobre isso que vamos refletir nesta noite.

Quero começar compartilhando uma história que ilustra a importância de não apenas conhecer a verdade, mas também compartilhá-la com os outros. A história do Dr. Wilbur Chapman nos lembra que o chamado para testemunhar não é apenas uma opção, mas uma responsabilidade que temos como seguidores de Jesus.

Assim, convido cada um de vocês a abrir seus corações e mentes enquanto exploramos as Escrituras e buscamos entender como podemos ser agentes de transformação em nosso mundo, participando ativamente da missão de Deus. Que este Culto de Missões e Evangelismo seja um momento de inspiração e desafio para todos nós.

A BIBLIA COMENTADA RODRIGO SILVA AULA GRATIS
Pregação Expositiva Estude os tipos de sermão - Pregacoes Prontas - Curso (1)

Desenvolvimento da Pregação para Culto de Missões e Evangelismo

I. A necessidade de um encontro com Cristo ressurreto para evangelizar e pregar

Toda pregação para Culto de Missões e Evangelismo precisa ser Cristocêntrica, e demostrar a necessidade do encontro com Cristo antes de tudo. Assim como mostra nosso texto em Mateus.

Mt 28.16 ‘Partiram, pois, os onze discípulos para a Galileia, para o monte onde Jesus lhes designara.’

Foi necessário que os discípulos fossem ao encontro com Cristo ressurreto no monte, onde Cristo já se encontrava.

Monte na Galileia, lugar de onde vem o socorro, lugar de encontro com Deus, lugar de adoração, lugar de aproximação, lugar onde a justiça de Deus é efetuada.

É necessário que hoje nos encontremos com Deus, que nos aproximemos, que caminhemos até ele. Os 11 saíram de Jerusalém até a Galileia para encontrá-lo, cerca de 150km. Foi necessária a vontade, o dispêndio de tempo, de recursos e a atitude para chegarem até Jesus.

Muitas vezes precisamos desprender esforços para nos encontrarmos com Deus, abrir um espaço na nossa agenda, caminharmos até Ele, buscarmos a Ele.

Mt 28.17-18 ‘Quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.’

Nesse tempo e local de encontro Deus se revela, assim como Jesus se revelou aos 11, mesmo quando alguns duvidavam, assim como Tomé.

Assim Deus faz conosco, se aproxima e se revela retirando toda nossa dúvida.

Jesus tinha cumprido a justiça de Deus, tudo já havia sido consumado, e toda autoridade lhe havia sido dada, no céu e na terra. Autoridade está também sobre os discípulos, e neste momento de revelação acompanha a instrução.

II. A necessidade de Obedecer: Indo, persistindo na jornada

Diversas pregações para Culto de Missões e Evangelismo utilizam o texto de Mateus 19 e 20. Mas emmuitas dessas pregações dizem que é uma ordem, sendo muito comum vermos as pessoas dizerem o ide de Jesus, isso ocorre muito devido a um erro da tradução desse texto para o português.

Mt 28.19-20a ‘Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; ‘

Muitos tem chamado este texto de a grande comissão, do ide de Jesus. O original grego, inicia o texto de Mt 28.19 com o verbo Πορευθεντες (póréuthéntés) no aoristo em particípio passivo, indicando uma ação contínua: indo, persistindo na jornada iniciada, conduzindo. Assim não é uma ordem apenas de ir, mas uma ordem de jornada, de caminhar, algo contínuo em nossas vidas. Assim teríamos indo, fazendo concordando com os outros verbos batizando, ensinando.

Essa instrução portanto está presente a todo tempo, na nossa caminhada indo e fazendo discípulos, estejamos nós trabalhando, estudando, viajando, conversando, educando, pastoreando etc.

Lançando pois a boa semente a tempo e fora de tempo. No terreno preparado e no meio do caminho. Afinal todos somos vocacionados a ir, não apenas os evangelistas, os pastores, mas a todos quantos foram feitos discípulos, todos quantos tiveram um encontro com Cristo ressurreto.

O comissionamento dentro da nossa própria jornada é tão fundante que foram as últimas palavras de Jesus antes de subir aos céus, como nos relata Atos 1.8-9 ‘Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra. Tendo ele dito estas coisas, foi levado para cima, enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.’

Devemos pois levar as boas novas do evangelho, fazendo discípulos de todas as nações, tribos e raças, dentro e fora das cadeias, dos morros, das favelas, dos bairros chiques, das autoridades, entre os visíveis e os invisíveis. Para que sejam batizados no nome da trindade (Pai, Filho e Espírito Santo), tornando a todos filhos de Deus e irmãos de Jesus. Ensinando a prática da justiça, trazendo para o plano terreno o Reino de Deus.

Este é o cerne da mensagem da cruz, e não apenas uma fagulha produzida por uma pregação para o culto de missões e evangelismo.

III. A necessidade de ver o Emanuel através de nós para fazer missões e evangelizar

Da mesma forma a pregação para Culto de Missões e Evangelismo precisa lembrar o Deus Conosco, como promessa, consequência do indo e fazendo discipulos.

Mt 18.20b ‘e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.’

O Emanuel está sempre presente, com Ele seu projeto de justiça a todos os povos, línguas e nações. Através da nossa obediência, do nosso encontro com o ressurreto, podemos ver Cristo conosco, se revelando através das nossas ações.

Esta promessa pertence a toda a Igreja em todo o tempo, o texto bíblico utiliza o termo grego πάσας τὰς ἡμέρας (pasas tas hêméras) , que literalmente significa, todos os dias. A Sua presença contínua é realmente presente é um presente.

Esse é Emanuel através de nós. Assim como quando Moisés descia do monte Sinai todos viam seu rosto resplandecer da glória de Deus, assim deve ser testificado por todos a presença de Deus através da nossa vida, fazendo com que Jesus cresça na visão de todos, não apenas durante uma pregação impactante sobre missões e evangelismo no culto de missões, mas em todos os dias em que vivemos na nossa Jerusalém.

Conclusão da Pregação para Culto de Missões e Evangelismo

Nesta mensagem para culto de missões e evangelismo, somos desafiados a nos encontrarmos com Deus ressurreto.

Somente quando nos dispomos a aceitar esse convite e nos achegamos a Ele, caminhando com determinação e dedicando tempo para cultivar essa relação, é que nos tornamos verdadeiros instrumentos em Suas mãos. É o Cristo Ressurreto que nos chama para essa jornada transformadora.

Além disso, o segundo desafio é responder ao nosso chamado, reconhecendo que todos nós, sem exceção, somos vocacionados para a missão de Deus. Por meio do Batismo, somos incluídos na grande família de Deus, capacitados pelo Espírito Santo para viver o amor de Deus e espalhar Sua mensagem de esperança.

E, por fim, ao recebermos a promessa do Emanuel, Deus conosco, nos tornamos agentes de transformação não apenas em nossas próprias vidas, mas também no mundo ao nosso redor. Como pacificadores, somos chamados a refletir a luz de Deus e a proclamar Seu Reino.

Que em nossa jornada, sejamos reconhecidos como filhos de Deus, seguindo o exemplo de Cristo e deixando Sua luz brilhar por meio de nossas vidas. Que, assim como o Dr. Wilbur Chapman lamentou sua omissão, não deixemos que o mesmo aconteça conosco, mas que nos empenhemos em testemunhar diariamente o Deus conosco em nossas vidas, contribuindo ativamente para o estabelecimento do Reino de Deus na terra.

Pregador Vocacionado

Ilustração para Pregação para Culto de Missões e Evangelismo

Aqui está a história de Wilbur Chapman:

Wilbur Chapman, um renomado evangelista presbiteriano do final do século 19 e início do século 20, compartilhou uma história reveladora sobre sua própria experiência de evangelismo.

Durante seus dias de faculdade, Chapman compartilhou um quarto com um colega de quarto que não era cristão. Surpreendentemente, durante os anos em que viveram juntos, Chapman nunca discutiu questões espirituais com seu amigo.

Ao final de seus estudos, quando Chapman estava prestes a se despedir de seu colega de quarto, o amigo surpreendeu Chapman com uma pergunta que o deixou perplexo: “Por que você nunca me convidou para seguir a Cristo?”

Chapman, envergonhado por sua omissão, tentou justificar sua falta de ação, dizendo que não queria impor sua fé a alguém que não havia expressado interesse nisso. No entanto, seu colega revelou algo surpreendente: ele escolheu Chapman como colega de quarto na esperança de que Chapman compartilhasse sobre sua fé em Cristo. Ele estava esperando que Chapman iniciasse essa conversa sobre espiritualidade, mas Chapman nunca o fez.

Embora Chapman tenha tentado aproveitar os poucos minutos restantes para compartilhar o evangelho com seu amigo, os resultados foram inconclusivos. Chapman mais tarde considerou essa omissão como um dos maiores remorsos de sua vida.

Essa história ilustra a importância de não apenas viver uma vida de fé autêntica, mas também de estar disposto a compartilhar ativamente a mensagem do evangelho com os outros, especialmente quando temos oportunidades claras diante de nós. Chapman aprendeu da maneira mais difícil que, às vezes, o silêncio pode ser uma barreira para aqueles que estão buscando a verdade espiritual.

Apelo Final para despertar a necessidade de missões e evangelismo

Diante da história impactante de Wilbur Chapman e da necessidade urgente de compartilhar o evangelho com aqueles ao nosso redor, somos desafiados a responder ao chamado de Deus neste culto de missões e evangelismo.

Assim como Chapman lamentou sua omissão em compartilhar a mensagem de Cristo com seu colega de quarto, não podemos permitir que o medo, a dúvida ou a hesitação nos impeçam de proclamar o amor redentor de Deus. Este é o momento de agir, de ir além de nossas zonas de conforto e levar a luz do evangelho a todos os cantos da terra.

Portanto, neste culto de missões e evangelismo, convido cada um de nós a se comprometer com a grande comissão de Jesus, indo e fazendo discípulos de todas as nações. Não importa onde estejamos, seja em nossa comunidade local, em nossa escola, local de trabalho ou em terras distantes, todos somos chamados a ser testemunhas do amor transformador de Deus.

Que possamos ser como Moisés, cujo rosto resplandecia da glória de Deus após seu encontro no monte Sinai, refletindo a presença de Emanuel através de nossas vidas. Que o culto de missões e evangelismo não seja apenas uma atividade ocasional, mas uma missão contínua e apaixonada em nossas vidas diárias.

Assim, ao nos encontrarmos com o Deus ressurreto, ao obedecer ao seu chamado e ao reconhecer a promessa de Emanuel, que possamos nos tornar instrumentos poderosos em suas mãos para a expansão de seu reino e a transformação de vidas. Que o mundo veja em nós o reflexo do Deus conosco e seja atraído para a maravilhosa graça que encontramos em Jesus Cristo.

Portanto, que este culto de missões e evangelismo não seja apenas um evento, mas o catalisador de uma vida dedicada ao serviço do Reino de Deus. Que possamos sair daqui revigorados e inspirados a compartilhar o evangelho com ousadia e amor, levando a mensagem da salvação a todos que encontrarmos.

Que possamos nos comprometer hoje a ser verdadeiros embaixadores de Cristo, proclamando sua verdade e amor a um mundo perdido e necessitado. Que possamos responder ao chamado de Deus com fé, coragem e determinação, sabendo que Ele está conosco em cada passo do caminho.

Que assim seja, para a glória de Deus e para a salvação daqueles que ainda não conhecem o seu amor. Amém.

Deseja Pregar com Profundidade Bíblica, Oratória Cativante e Confiança? Aprenda a Elaborar Sermões Impactantes em 30 Dias, Mesmo se For Iniciante. Clique no botão abaixo e Descubra Mais! ⛪🎤

Botao Quero Saber Mais (1)

Conclusão da Pregação para Culto de Missões e Evangelismo – mensagem para o pregador

Caro pregador,

Diante do desafio apresentado nesta mensagem para o culto de missões e evangelismo, querido pregador, somos confrontados com a urgência de responder ao chamado de Deus para sermos instrumentos em Suas mãos. Assim como Wilbur Chapman lamentou a oportunidade perdida de compartilhar o evangelho com seu colega de quarto, somos lembrados da importância de não deixar escapar as ocasiões que o Senhor nos dá para proclamar Sua mensagem transformadora.

Como pregadores para um culto de missões e evangelismo, temos o privilégio e a responsabilidade de levar adiante o mandato de Cristo e mostrar a seus seguidores a necessidade de fazer discípulos de todas as nações. Este é um chamado que transcende nossas tarefas diárias e alcança a essência de nossa vocação como mensageiros do Reino de Deus.

Que possamos nos encontrar com o Deus ressurreto, buscando-O fervorosamente e dispostos a nos consagrar ao serviço do Seu Reino. Este é o primeiro passo para como pregadores sermos a comissão de frente e verdadeiramente enviados por Deus ao mundo como embaixadores do Seu amor redentor.

Além disso, reconheçamos que cada sermão pregado no culto de missões e evangelismo é uma oportunidade de Deus de proclamar a mensagem transformadora do evangelho a um mundo perdido e necessitado. Cada palavra proferida do púlpito tem o potencial de impactar vidas, transformar corações e conduzir pessoas ao conhecimento salvífico de Cristo.

Que possamos abraçar a promessa do Emanuel, o Deus conosco, e permitir que Ele se revele através de nossas pregações, inspirando fé e esperança naqueles que nos ouvem. Que nossa paixão pela missão de evangelizar seja evidente em cada palavra que pronunciamos e em cada gesto de amor e compaixão que compartilhamos com a igreja e também com os perdidos e necessitados ao nosso redor.

Portanto, querido pregador, que esta mensagem para o culto de missões e evangelismo seja um chamado para uma entrega total ao propósito de Deus para nossas vidas. Que sejamos fiéis em nossa missão de proclamar o evangelho a todas as nações, conscientes da importância e do impacto eterno de nossa vocação como pregadores do Reino de Deus. Que o Espírito Santo nos capacite e nos guie em cada sermão pregado, para que a glória de Deus seja manifestada e Seu Reino seja estabelecido na terra. Amém.

Precisa de Sermões prontos para pregar? Veja todos os sermões prontos disponíveis em nosso site aqui.

Que a graça do Senhor continue a capacitá-lo a proclamar a urgência da conversão, atraindo almas para o abraço amoroso do Pai celestial.

Fique na paz de Cristo Jesus

Lidia Stateri

Pregação para Culto de Missões e Evangelismo Caminhando com Deus Uma Jornada de Missões e Evangelismo mateus 18-1620 PIN (1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *