EVANGELIZE JÁ Logo

Pregação evangélica sobre vocação – O Chamado e a Missão

Pregação evangélica sobre vocação - O Chamado e a Missão Servindo com Zelo e Devoção THUMB
Seta

Você já se perguntou qual é o seu propósito neste mundo? Ou talvez tenha sentido o desejo de fazer a diferença na vida das pessoas ao seu redor? Nesta pregação evangélica sobre vocação usaremos vários textos bíblicos para que você possa entender o seu chamado e sua missão.

Se você respondeu sim a alguma dessas questões, você está no lugar certo. Vamos explorar uma poderosa pregação evangélica sobre vocação, baseada em passagens bíblicas fundamentais, que irá inspirar e desafiar você a descobrir e abraçar o chamado para servir.

Através do exemplo de Cristo e da sabedoria das Escrituras, você será equipado com princípios práticos para viver uma vida de propósito e significado, encontrando alegria e realização no serviço ao próximo. Se você está pronto para mergulhar nesta jornada de descoberta e dedicação, continue lendo e prepare-se para ser transformado pela mensagem poderosa do chamado para servir.

Veja aqui -> mais Pregações Prontas em nosso site.

pregação evangélica sobre vocação - O Chamado e a Missão Servindo com Zelo e Devoção

Pregação evangélica sobre vocação – “O Chamado e a Missão: Servindo com Zelo e Devoção”

Público Alvo da pregação sobre vocação

O público-alvo desta Pregação Evangélica sobre Vocação pode incluir membros da igreja, especialmente aqueles que estão buscando uma compreensão mais profunda de seu propósito e chamado. Isso pode abranger indivíduos de diversas faixas etárias, desde jovens adultos em busca de direção vocacional até pessoas mais maduras que desejam renovar seu compromisso com o serviço cristão. Além disso, esse sermão pode ser relevante para líderes e ministros cristãos que desejam orientar suas congregações na busca e no cumprimento do chamado de Deus.

Contexto Histórico dos textos utilizados na pregação evangélica sobre vocação

Esta Pregação Evangélica sobre Vocação, baseada em passagens bíblicas como Lucas 19:13 e João 13:1-17, reflete a essência do chamado cristão para servir a Deus e aos outros.

Desde os primeiros discípulos de Jesus até os teólogos e reformadores posteriores, a ideia de servir em nome de Cristo tem sido central na vida da igreja. Vamos entender o contexto histórico de cada um dos principais textos utilizados.

João 13:1-17: Este evento ocorreu durante a Última Ceia, uma celebração da Páscoa judaica na qual Jesus se reuniu com Seus discípulos antes de Sua crucificação. Na cultura judaica do primeiro século, lavar os pés era uma tarefa reservada aos servos mais baixos, e era considerado um sinal de grande humildade e respeito fazer isso por outros. Ao realizar essa ação, Jesus subverteu as normas sociais da época e ensinou uma lição poderosa sobre servir com amor e humildade.

Salmo 123:2: Os Salmos eram frequentemente utilizados nos rituais e celebrações do Templo de Jerusalém. Este Salmo em particular é um dos Cânticos de Peregrinação, que eram entoados pelos peregrinos que subiam a Jerusalém para as festas religiosas. O Salmo 123 expressa a dependência dos servos de Deus de Sua orientação e proteção, refletindo a confiança e a devoção do povo de Israel em seu Senhor.

Romanos 12:11-13: Paulo escreveu esta carta aos cristãos em Roma por volta do ano 57 d.C. Ele estava instruindo-os sobre como viver uma vida cristã autêntica em meio a uma cultura pagã. A cidade de Roma era um centro cosmopolita e diversificado, onde os cristãos enfrentavam desafios para permanecerem fieis ao evangelho. O apóstolo Paulo os encoraja a serem fervorosos no espírito, alegres na esperança e pacientes na tribulação, enquanto se dedicam ao serviço mútuo e à hospitalidade.

João 9:4: Esta declaração de Jesus ocorre durante um episódio em que Ele cura um homem cego de nascença. Ele utiliza uma linguagem figurativa para enfatizar a urgência de realizar a obra de Deus enquanto há tempo, antes que a oportunidade seja perdida. Isso reflete o contexto da proximidade da crucificação e a missão iminente de Jesus na terra.

Marcos 13:34: Jesus conta uma parábola sobre a responsabilidade dos servos em cumprir suas funções enquanto o mestre está ausente. Ele está ensinando sobre a importância da vigilância e prontidão espiritual dos discípulos em antecipação à Sua segunda vinda e ao estabelecimento do Reino de Deus.

1 Coríntios 15:58: A Primeira Epístola aos Coríntios foi escrita por Paulo para a igreja em Corinto, uma cidade cosmopolita e comercial da Grécia antiga. Nesta passagem final do capítulo 15, Paulo encoraja os coríntios a permanecerem firmes e constantes em seu serviço ao Senhor, apesar das dificuldades e oposições que enfrentam.

Isaías 6:8: Isaías foi um profeta do século VIII a.C., que ministrou no reino de Judá durante um período turbulento de sua história. Neste capítulo, Isaías tem uma visão do Senhor e responde prontamente ao chamado de Deus para ser Seu mensageiro. Ele se oferece para ser enviado por Deus e cumprir Sua vontade, demonstrando prontidão e disposição para servir, apesar dos desafios que enfrentaria em seu ministério profético.

Introdução da pregação evangélica sobre vocação

Amados e amadas, em um mundo repleto de distrações e incertezas, é fundamental que busquemos compreender o chamado que Deus tem para cada um de nós, a fim de vivermos vidas plenas de significado e propósito. É com alegria e gratidão que nos reunimos hoje para explorar juntos uma pregação evangélica sobre vocação

Neste sermão, mergulharemos nas Escrituras Sagradas para descobrir o que a Palavra de Deus nos revela sobre nossa vocação e serviço no Reino dos céus. Ao explorarmos passagens bíblicas inspiradoras e reflexões profundas, esperamos encontrar clareza e direção para nossas vidas, capacitando-nos a responder ao chamado de Deus com fé e determinação.

Que este sermão seja uma fonte de inspiração e encorajamento para todos aqueles que buscam compreender melhor sua vocação e o propósito de Deus para suas vidas. Que o Espírito Santo nos guie e nos ilumine enquanto mergulhamos juntos nesta jornada de descoberta e transformação espiritual.

Que Deus abençoe ricamente nossa busca por compreender e viver nossa vocação em Seu Reino.

A BIBLIA COMENTADA RODRIGO SILVA AULA GRATIS
Pregação Expositiva Estude os tipos de sermão - Pregacoes Prontas - Curso (1)

Desenvolvimento da pregação evangélica sobre vocação

I. Seguindo os Passos de Cristo

Meus amados irmãos e irmãs, que a paz e a graça de nosso Senhor Jesus Cristo estejam convosco.

Hoje, mergulhamos nas profundezas da Palavra de Deus para contemplarmos o exemplo máximo de serviço: o nosso amado Senhor Jesus Cristo. Em João 13:1-17, encontramos um relato poderoso da humildade e do amor de Jesus expressos por meio de seus atos de serviço aos discípulos.

Ao iniciar nosso mergulho, é vital compreender o contexto desse relato. A palavra grega utilizada para “servo” neste texto é “diakonos”, que carrega a conotação não apenas de servir, mas de servir com zelo e dedicação, como um servo que ministra de coração para coração. É uma palavra que ressoa com profunda devoção e comprometimento.

No cenáculo, Jesus, sabendo que havia chegado a sua hora de partir deste mundo e retornar ao Pai, levantou-se da mesa, tirou a vestimenta de cima e, tomando uma toalha, cingiu-se. Então, derramando água numa bacia, começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugar com a toalha com que estava cingido (João 13:4-5).

Imaginem a cena, queridos. O Filho de Deus, o Rei dos reis, curvando-se para lavar os pés dos seus discípulos. Este é um retrato vívido da humildade e do amor incondicional que caracterizaram o ministério terreno de Jesus.

Meus irmãos e irmãs, Jesus não apenas nos ensinou com palavras, mas nos demonstrou com ações o verdadeiro significado do serviço. Ele nos mostrou que não importa quão elevada seja nossa posição ou quão insignificante pareça a tarefa, o serviço é uma expressão tangível do amor de Deus em nossas vidas.

Assim como Jesus se entregou completamente ao serviço, somos chamados a seguir seus passos e servir uns aos outros com humildade e amor. Que possamos refletir sobre esse exemplo sublime de serviço enquanto buscamos discernir nosso próprio chamado para servir a Deus e ao próximo.

Que o Espírito Santo nos capacite a imitar o exemplo de Cristo, servindo com zelo e devoção em todas as áreas de nossas vidas.

II. Descobrindo Nossa Posição Certa no Serviço

Ao contemplarmos a vocação para o serviço, é vital compreendermos o lugar designado para cada um de nós. No Salmo 123:2, o salmista declara: “Assim como os olhos dos servos estão voltados para as mãos de seus senhores, e os olhos das servas, para as mãos de suas senhoras, assim os nossos olhos estão voltados para o SENHOR, nosso Deus, esperando ele ter misericórdia de nós.”

Nesse versículo, a palavra hebraica para “servo” é “eved”, que denota um servo leal e dedicado, pronto para obedecer e servir seu senhor. Assim como os olhos dos servos estão fixos nas mãos de seus senhores, devemos direcionar nossa atenção e obediência ao nosso Senhor, esperando Sua orientação e misericórdia.

Queridos, cada um de nós tem um lugar específico no plano de Deus, uma posição certa no serviço que Ele nos chamou para cumprir. Este não é um chamado aleatório, mas um chamado personalizado de acordo com nossos dons, talentos e circunstâncias.

Que possamos buscar discernimento e clareza sobre nossa posição designada por Deus. Que possamos confiar em Sua orientação e nos dedicar fielmente ao serviço onde Ele nos colocou. Que nossos corações estejam sempre voltados para o Senhor, esperando Sua misericórdia e graça para cumprirmos nossa vocação com fidelidade e alegria.

Que o Espírito Santo nos ilumine e nos fortaleça enquanto descobrimos e abraçamos nossa posição certa no serviço ao nosso Deus.

III. O Lema do Servo: Vivendo com Zelo e Devoção

    Em Romanos 12:11-13, Paulo nos exorta: “Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração, ajudai aos santos nas suas necessidades; dai-vos ao exercício da hospitalidade.”

    Aqui, a palavra grega para “servindo” é “douleuontes”, derivada de “doulos”, que significa servo ou escravo. Paulo nos chama a viver com fervor no serviço ao Senhor, demonstrando alegria na esperança, paciência na tribulação e constância na oração.

    Meus amados, nosso lema no serviço deve ser o fervor espiritual, a alegria na esperança e a dedicação constante à oração e ao cuidado com os santos. Devemos viver com zelo e devoção, conscientes de que estamos servindo ao Senhor em tudo o que fazemos.

    Que nossas vidas sejam marcadas por um compromisso fervoroso com o serviço ao Senhor e aos outros. Que possamos encontrar alegria na esperança que temos em Cristo, perseverando nas tribulações e mantendo-nos firmes na oração. Que o Espírito Santo nos capacite a vivermos como verdadeiros servos do Senhor, refletindo Seu amor e graça em nossas vidas.

    Que o lema do servo ressoe em nossos corações e guie nossas ações diárias, para a glória de Deus e o bem do próximo.

    IV. O Tempo da Oportunidade: Servindo Enquanto é Dia”

    Em João 9:4, Jesus proclama: “É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; vem a noite, quando ninguém pode trabalhar.”

    Nessas palavras, Jesus nos lembra da urgência do tempo e da importância de aproveitarmos as oportunidades de servir enquanto ainda temos a capacidade de fazê-lo. A expressão “enquanto é dia” carrega o sentido de um período limitado de oportunidade e atividade.

    Queridos, o tempo é um dom precioso que Deus nos concedeu, e devemos usá-lo sabiamente para cumprir o propósito para o qual fomos chamados. Cada dia que passa é uma oportunidade única para glorificar a Deus por meio do nosso serviço e amor ao próximo.

    Não podemos adiar nosso chamado para servir até amanhã, pois não sabemos o que o futuro nos reserva. É no presente que temos a chance de fazer a diferença nas vidas das pessoas ao nosso redor e de contribuir para o avanço do Reino de Deus.

    Que possamos, portanto, aproveitar cada momento que nos é dado para fazer as obras daquele que nos enviou. Que possamos servir com diligência e dedicação, conscientes da brevidade da vida e da importância de usarmos nosso tempo de forma significativa.

    Que o Espírito Santo nos capacite a sermos fiéis no serviço enquanto é dia, para que, quando a noite chegar, possamos olhar para trás sem arrependimentos, sabendo que cumprimos nossa vocação com fidelidade e amor.

    V. A Universalidade do Chamado: Todos Devem Servir

    Vamos agora refletir sobre a universalidade do chamado para servir. Em Marcos 13:34, Jesus nos ensina: “Como o homem que, ausentando-se, deixou a sua casa e deu autoridade aos seus servos, a cada um a sua obra, e ordenou ao porteiro que vigiasse.”

    Neste relato, Jesus usa a parábola do homem que deixa sua casa e delega tarefas a seus servos para ilustrar a importância e a responsabilidade de cada um cumprir sua função designada. A palavra grega para “servos” aqui é “doulos”, que denota servos ou escravos que estão sujeitos à autoridade de seu mestre.

    Queridos, assim como na parábola, cada um de nós foi chamado por Deus para cumprir uma obra específica em Seu Reino. Não importa nossa idade, gênero, status social ou habilidades, todos nós temos um papel vital a desempenhar no serviço ao Senhor.

    Seja pregando o evangelho, cuidando dos necessitados, orando pelos enfermos ou simplesmente demonstrando amor e compaixão aos que nos cercam, todos nós podemos contribuir para o avanço do Reino de Deus.

    Que possamos reconhecer a santidade e a dignidade de cada vocação, grande ou pequena aos olhos humanos. Que possamos abraçar com humildade e gratidão o chamado de Deus para servir, confiando em Sua graça e capacitação para cumprirmos nossa missão.

    Que o Espírito Santo nos fortaleça e nos guie enquanto nos dedicamos ao serviço do nosso Senhor. E que possamos fazê-lo com alegria e gratidão, sabendo que somos parte de um corpo unido em amor e serviço mútuo.

    VI. Perseverança no Serviço: Servir Sem Esmorecer

    Em 1 Coríntios 15:58, o apóstolo Paulo nos encoraja com estas palavras inspiradoras: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”

    Neste versículo, Paulo nos exorta a perseverar no serviço ao Senhor, mesmo diante das adversidades e desafios que possamos enfrentar. A palavra grega para “firmes” é “hedraioi”, que significa estar firmemente estabelecido e imóvel, enquanto “constantes” vem de “stēṟikos”, que denota ser inabalável e firme na fé.

    Meus amados, o serviço ao Senhor muitas vezes exige perseverança e determinação. Podemos encontrar obstáculos, desânimo e até mesmo críticas, mas devemos permanecer firmes em nossa dedicação ao serviço do nosso Deus.

    Assim como uma árvore profundamente enraizada não é abalada pelas tempestades, que possamos ser firmes e constantes em nossa fé, sabendo que nosso trabalho no Senhor nunca é em vão. Cada ato de serviço, por menor que pareça, é significativo aos olhos de Deus e contribui para o avanço do Seu Reino.

    Que possamos, portanto, continuar a servir com zelo e devoção, perseverando mesmo nas horas mais difíceis. Que o Espírito Santo nos fortaleça e nos capacite a sermos firmes e constantes na obra do Senhor, confiantes na promessa de que nosso trabalho não é vão diante de Deus.

    Que essa certeza nos inspire a seguir adiante, servindo sem esmorecer, até o dia em que receberemos a recompensa da nossa fidelidade ao Senhor.

    VII. Prontidão para o Chamado: Quem Está Pronto para o Serviço?

    Em Isaías 6:8, encontramos uma pergunta vital para cada um de nós: “Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.”

    Neste momento poderoso na vida do profeta Isaías, ele responde ao chamado de Deus com prontidão e disposição. A palavra hebraica para “enviarei” é “shalach”, que denota enviar ou despachar, enquanto “envia-me” vem de “shelacheni”, que significa enviar-me ou despachar-me.

    Queridos, assim como Isaías, somos chamados por Deus para servir em Seu Reino. Ele está constantemente procurando por corações dispostos e prontos para responder ao Seu chamado, seja qual for a tarefa ou missão que Ele nos confie.

    Hoje, diante desta congregação, a voz do Senhor ecoa novamente: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?” Que cada um de nós possa responder como Isaías: “Eis-me aqui, envia-me a mim!”

    Que possamos estar prontos e dispostos a responder ao chamado de Deus em nossas vidas. Que nossos corações estejam abertos e receptivos à Sua vontade, prontos para ir aonde Ele nos enviar e fazer o que Ele nos pedir.

    Que o Espírito Santo nos capacite e nos guie enquanto nos preparamos para o serviço no Reino de Deus. Que possamos estar alertas e vigilantes, prontos para agir quando o chamado vier.

    Que esta congregação seja conhecida não apenas por sua adoração e comunhão, mas também por sua prontidão em servir ao Senhor em tudo o que Ele nos chamar a fazer.

    Que possamos verdadeiramente ser um povo que responde ao chamado de Deus com humildade, fé e prontidão.

    Conclusão da Pregação Evangélica sobre Vocação

    Meus amados irmãos e irmãs,

    À luz das Escrituras que exploramos hoje, somos lembrados da importância vital da pregação evangélica sobre vocação em nossas vidas como cristãos. A vocação não se limita a uma carreira ou profissão específica, mas abrange a totalidade de nossa existência, nosso chamado para servir a Deus e ao próximo em todos os aspectos de nossa vida.

    Jesus Cristo, nosso exemplo máximo no serviço, nos ensinou com suas palavras e ações o verdadeiro significado do serviço humilde e sacrificial. Ele nos chamou para seguir Seus passos, dedicando nossas vidas ao serviço de Deus e ao bem dos outros.

    Em cada momento de nossas vidas, somos desafiados a descobrir nossa posição certa no serviço, a viver com zelo e devoção, a perseverar mesmo diante das adversidades, a reconhecer a universalidade do chamado para servir e a estar prontos para responder ao chamado de Deus com humildade e disposição.

    Que possamos, portanto, responder ao chamado de Deus para a pregação evangélica sobre vocação em nossas vidas, abraçando nossa vocação com alegria e gratidão, e servindo ao Senhor e ao próximo com todo o nosso ser.

    Que o Espírito Santo nos fortaleça e nos guie enquanto buscamos viver de acordo com a vontade de Deus para nossas vidas. Que possamos ser fiéis e diligentes no cumprimento de nossa vocação, sabendo que nosso trabalho no Senhor nunca é em vão.

    Que o Senhor nos abençoe e nos capacite a vivermos vidas de serviço e dedicação ao Seu Reino. Que possamos ser testemunhas vivas do amor e da graça de Deus, servindo como luzes brilhantes em um mundo que tanto precisa da esperança e do amor de Cristo.

    Que a pregação evangélica sobre vocação continue a ressoar em nossos corações e nos inspirar a vivermos de acordo com o propósito para o qual fomos chamados. Amém.

    Pregador Vocacionado

    Ilustração para Pregação Evangélica sobre Vocação

    Com base no texto bíblico vamos imaginar uma cena na antiga cidade de Jerusalém, durante a Páscoa judaica. Os raios dourados do sol da tarde banham as ruas estreitas enquanto multidões de peregrinos se reúnem para celebrar a festa sagrada. Entre a agitação da multidão, encontramos um pequeno grupo de discípulos reunidos em uma sala humilde, preparando-se para a Última Ceia com seu Mestre.

    Neste cenário vibrante, Jesus se levanta da mesa e começa a tirar suas vestes. Os discípulos observam com surpresa e confusão enquanto Ele se cinge com uma toalha e derrama água em uma bacia. Com gentileza e reverência, Ele se ajoelha diante de cada discípulo e começa a lavar-lhes os pés.

    Imagine a expressão de incredulidade nos rostos dos discípulos enquanto o Mestre realiza essa tarefa humilde e servil. Pedro, em sua característica impulsividade, protesta inicialmente, mas Jesus gentilmente explica a importância deste ato de amor e humildade.

    À medida que Jesus lava os pés de cada discípulo, podemos sentir a tensão e a admiração na sala. Este não é apenas um ato de serviço; é uma lição profunda sobre o verdadeiro significado do amor e da humildade. É um momento de revelação, onde os discípulos testemunham o exemplo supremo de seu Mestre, que veio não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.

    Essa ilustração nos leva além das palavras e nos transporta para o coração da mensagem do sermão. Nos convida a refletir sobre a profunda humildade e amor de Cristo, e nos desafia a seguir Seu exemplo em nossas próprias vidas, encontrando significado e propósito no serviço ao nosso Deus e ao próximo.

    Apelo Final para a Pregação Evangélica sobre Vocação

    Meus amados irmãos e irmãs,

    Ao concluirmos esta pregação evangélica sobre vocação, somos confrontados com a realidade profunda e transformadora do chamado de Deus em nossas vidas. Este chamado não é apenas uma questão de fazer, mas de ser – sermos discípulos comprometidos de Cristo, servos fiéis do Reino de Deus.

    Hoje, o Espírito Santo está nos convidando a uma jornada de descoberta e compromisso. Ele está sondando os recessos de nossos corações, desenterrando os dons e talentos que Ele nos concedeu e nos chamando para usá-los em serviço ao Seu Reino.

    Queridos, talvez vocês tenham se sentido inadequados, incapazes ou despreparados para o chamado de Deus. Talvez vocês tenham lutado contra sentimentos de medo, dúvida ou insegurança. Mas saibam que Deus não chama os capacitados, Ele capacita os chamados.

    Hoje, Ele está convidando cada um de vocês a dar o próximo passo em direção ao Seu chamado. Ele está dizendo: “Não tema, pois estou contigo; não desanime, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa” (Isaías 41:10).

    Então, quem está disposto a responder ao chamado de Deus hoje? Quem está pronto para se levantar e dizer: “Eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim”?

    Se você sente o mover do Espírito em seu coração neste momento, se você deseja se comprometer mais profundamente com o serviço ao Senhor, se você anseia por descobrir e viver sua vocação com propósito e paixão, então eu o convido a se levantar onde está, em um gesto de rendição e entrega ao chamado de Deus.

    Queridos, o Reino de Deus está avançando, e Ele está chamando você para fazer parte desta grande obra. Não deixe passar esta oportunidade de se alinhar com o propósito eterno de Deus para sua vida.

    Que possamos responder ao chamado de Deus com coragem, fé e prontidão, sabendo que Ele é fiel para nos capacitar e nos guiar em cada passo do caminho.

    Que o Espírito Santo nos fortaleça e nos conduza enquanto nos entregamos ao serviço do nosso Senhor, cumprindo nossa vocação com alegria e dedicação.

    Em nome de Jesus, amém.

    Deseja Pregar com Profundidade Bíblica, Oratória Cativante e Confiança? Aprenda a Elaborar Sermões Impactantes em 30 Dias, Mesmo se For Iniciante. Clique no botão abaixo e Descubra Mais! ⛪🎤

    Botao Quero Saber Mais (1)

    Conclusão da Pregação Evangélica sobre Vocação – mensagem para o pregador

    Querido pregador, pregadora,

    À medida que você se prepara para compartilhar esta pregação evangélica sobre vocação com sua congregação, sua família, seu pequeno grupo ou em qualquer outro evento que o Senhor tenha preparado para você, quero incentivá-lo e equipá-lo para esta importante tarefa.

    Você foi chamado por Deus para proclamar Sua Palavra e liderar Seu povo em adoração e serviço. Você foi escolhido e capacitado para este momento específico, para levar luz às trevas, esperança aos desanimados e amor aos perdidos.

    Que você pregue com ousadia e confiança, sabendo que o Espírito Santo está ao seu lado, capacitando-o e guiando-o em cada palavra que você pronunciar. Que você seja fiel ao texto bíblico, transmitindo sua mensagem com clareza, paixão e relevância para aqueles que o ouvem.

    Que você seja uma voz profética em um mundo que tanto precisa ouvir a verdade do Evangelho. Que suas palavras sejam como flechas afiadas, penetrando nos corações daqueles que estão ouvindo, levando-os a uma maior intimidade com Deus e um compromisso renovado com Sua obra.

    Lembre-se sempre do privilégio e da responsabilidade que é pregar a Palavra de Deus. Ore sem cessar, estude diligentemente e entregue-se completamente ao Espírito Santo, confiando que Ele fará a obra em você e através de você.

    Que esta pregação evangélica sobre vocação seja uma semente plantada que produza frutos abundantes no coração daqueles que a ouvem. Que Deus use você como um instrumento poderoso em Suas mãos para transformar vidas e glorificar Seu nome.

    Que o Senhor o abençoe e o guarde, e que o Seu rosto resplandeça sobre você enquanto você proclama Sua Palavra com poder e autoridade.

    Buscando Sermões prontos para pregar? Explore todos os sermões disponíveis em nosso site clicando aqui.

    Que a graça do Senhor continue a capacitar você a proclamar a gratidão.

    Fique na paz de Cristo Jesus

    Lidia Stateri

    pregação evangélica sobre vocação - O Chamado e a Missão Servindo com Zelo e Devoção PIN

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *